APRESENTAÇÃO

sábado, novembro 22, 2014



Oi Gurias e Guris!


Gostaria de me apresentar e dizer, mais ou menos, como o blog vai funcionar e o que poderá ser encontrado por aqui.

Meu nome é Tais Lopes, tenho 38 anos e sou casada há 7. Tenho 3 filhos: uma menina com 6 anos, um menino com 3 e outra menina com 1 ano.
Fui diagnosticada com depressão durante minha última gravidez e desde então minha casa, minha família, minha vida e eu não fomos mais os mesmos...

Negligenciei minha casa, meu trabalho, meus filhos, meu marido, meus familiares, meus amigos e a mim mesma...
Me isolei, me afastei dos meus amigos e dos meus familiares. Meu humor ficou péssimo e me tornei uma pessoa intragável, sem paciência com tudo e com todos. Alterava o tom de voz sem motivo ou por motivos banais, sempre com as crianças e às vezes com o marido e outros familiares.

Perdi meu emprego, meus amigos não me procuraram mais, minha irmã e eu havíamos brigado antes disso e paramos de nos falar... (uma pena).

Minha casa ficou um caos pois eu não sentia vontade de fazer nada a não ser ficar na cama ou atirada (literalmente) no sofá "criando" uma cidade/fazenda no celular - vivendo num mundo paralelo.
Meus filhos sentiam minha falta mesmo eu estando ali...

Minha terceira gravidez???
Infelizmente foi um dos fatores que desencadeou minha depressão e (podem me condenar, eu mereço!) foram os piores nove meses da minha vida! E no final o meu maior medo era rejeitá-la (como disse anteriormente, minha caçula é uma menina) ao nascer.
No dia do parto ainda senti esse medo mas (graças!) não aconteceu. No entanto, tendo o menino que ainda não caminhava quando ela nasceu, foi complicado amamentá-la e cuidar dos outros dois. Acabei parando quando ela estava com 1 mês e meio.
Não a maltratei, mas só consegui dizer que a amava depois de um ano. E quando disse, chorei!
Na verdade chorei muito desde a descoberta da gravidez (inteira!) até pouco tempo atrás...
Junte os hormônios, que enlouquecem algumas mulheres (e alguns homens também) durante a gravidez, com a depressão e terá um rio de lágrimas...

Meu casamento ficou por um fio! E acredito que meu marido só não foi embora por causa das crianças.
Minha autoestima de-sa-pa-re-ceu...
Meu mundo estava ruindo e eu não tinha forças para evitar nem lutar contra.

Essa é quase toda a história.
Darei mais detalhes aos poucos, para não deprimir os leitores também. Não seria nada bom...
Estou melhorando (embora sempre haja possibilidade de uma recaída) e contarei o que tem me ajudado ultimamente.

Vou intercalar textos (ou não, ainda não sei) desde a descoberta da minha gravidez, tipo "flashback" com textos sobre como está minha vida atualmente.
Tomara que fique legal e vocês gostem.


Até a próxima! o/
.

You Might Also Like

6 comentários

  1. To te seguindo, vi seu relato no vida organizada, vou ler cada pedacinho da sua história! ;)

    bjs

    fernandamouta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Entre e fique à vontade!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oláá!! Vi o post no blog Vida Organizada e vim parar aqui.. Que bom ver que você agora tem muitos motivos pra sorrir. Obrigada pelo seu blog, me senti motivada a viver!!
    Bjus
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!!!
      Fiquei emocionada com teu comentário e lisonjeada em saber que o blog te motivou.
      Eu que tenho que agradecer por tuas palavras.

      Um beijo.

      Excluir
  4. Oi Tais!Como estás?Sabe,tudo de ruim que nos acontece,sempre vem com um lado bom!Você é linda,é forte!Não te deixe nada desanimar,se tu quiser,tu pode conseguir tudo!Beijão!

    https://guriadomodoantigo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Radija!
      Hoje estou numa fase entre o muito bem que já estive antes de começar o blog e o muito pior que foi mencionado nesse post...
      E tu tens toda a razão: se querermos, podemos conseguir tudo!
      Só depende de nós mesmos...
      Muito obrigada.

      Um beijo.

      Excluir

Não saia sem comentar!
Sua opinião é sempre bem-vinda e importante pra mim e pro blog.
Responderei a todos os comentários.

Obrigada pela visita.
Volte sempre!