COMEMORANDO 730 DIAS - SETEMBRO AMARELO

quinta-feira, setembro 29, 2016



Oi Gurias e Guris!


Eu já tinha ouvido falar em Outubro Rosa, Novembro Azul... mas Setembro Amarelo, apesar do movimento existir desde 2014, foi a primeira vez que ouvi falar! Dia 10 de Setembro foi o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio mas todo o mês de Setembro é voltado ao apoio às pessoas e incentivo para que FALEM e BUSQUEM ajuda.

Achei que por esse motivo, seria bom comemorar meus 730 DIAS... Talvez algumas pessoas ainda não saibam que tenho depressão e que continuo lutando com ela todos os dias, entre recaídas leves e outras um pouco mais pesadas e difíceis de enfrentar...

Há dois anos (730 dias), tomei um "banho ressuscitador" que me fez sair do fundo do poço e dar a volta por cima, depois de uma depressão profunda que, durou um pouco mais de dois anos, e me fazia rezar todas as noites pra não acordar...

Sabe... parece ser mais compreensível quando a depressão surge por conta da perda de um ente amado... mas quando é por um motivo aparentemente "supérfluo" (no meu caso, minha fidelidade foi colocada em cheque), as pessoas dificilmente entendem, principalmente quando tu costuma ser uma pessoa extrovertida e sorridente boa parte do tempo como eu costumava ser. "Como assim? Tu nem parece que tem depressão!"

Até que a dor na alma te corrói e os pensamentos ruins tomam conta do teu ser... É foda!
Mas a gente tem que lutar e muitas vezes esse "lutar" cansa pra caramba... E em vez de sair do buraco, mais a gente afunda nele. E quando os depressivos vestem suas máscaras de "está tudo bem" e se acostumam com elas, o suicídio acaba sendo uma "surpresa" de mau gosto. "Nossa! Mas ela estava tão bem..."

Minha mãe, por exemplo, nunca compreendeu muito bem (depois de encontrar uma "carta de despedida" minha) o fato de eu "ter tudo" e mesmo assim estar sofrendo...
No fundo, nem eu...

Adoro contar que quem me jogou a corda pra eu sair do fundo do poço foi minha filha mais velha, que tinha apenas 6 anos na época, simplesmente me perguntando por que eu não tomava mais banho...

Nem todos conseguem "acordar" e olhar em volta e perceber o quanto estão perdendo. Eu mesma já estou me recuperando de mais uma recaída e tá difícil! Cansa demais lutar todos os dias. No entanto hoje, minha mãe me compreende melhor (tivemos uma conversa longa, regada a muitas lágrimas, em que contei como eu me sentia e as bobagens em que pensava), tenho amigos que sabem que não é fácil (alguns por experiência própria) e que às vezes preciso de uns empurrões... Até porque sentir pena e "passar a mão por cima" nunca fez bem a ninguém.

E o mais importante...

Cheguei à conclusão que só depende de mim! 

É bom ser ajudado e ter apoio? Sim!
Mas de nada adianta alguém me estender a mão se eu não quiser segurá-la firme!

A luta é minha, mas todos à minha volta sofrem comigo!

Há 730 dias tomei um banho (por que não dizer) de vergonha na cara que me reanimou a fazer planos, a botar ordem na casa, voltar a cuidar e brincar com meus filhos, a criar um blog...

Recaídas???
Claro!
Mas continuo lutando todos os dias, e por mais que minha casa volte ao caos (com três crianças é complicado, né? hahaha) o fato de eu NÃO TER MAIS PENSADO EM MORRER ainda é motivo de comemoração pra mim.

Desde a minha depressão profunda, essa última foi a recaída mais demorada que tive e até o blog ficou pra trás, pois estava me parecendo algo sem serventia, quase desnecessário. Algumas outras coisas na minha vida deram errado e a tristeza e o desânimo me absorveram bastante. Quis me isolar e ao mesmo tempo sentia uma necessidade enorme de sair e VIVER(!) mas tava difícil de enfrentar o mundo lá fora...

Desabafei com as gurias do United Blogs (aquele grupo do Facebook pelo qual eu tenho um carinho todo especial) e apesar de todas terem mensagens de apoio, incentivo e compreensão, a mensagem que me fez pensar (e chorar horrores!!!) foi a que veio "inbox":

[Como não pedi autorização, não vou dizer quem foi, mas queria dividir com vocês.]

"Bom dia Tais!
Tudo bem?
Então, vi teu desabafo no grupo e vim aqui, te falar umas coisinhas muito importantes que tu não pode esquecer!
Primeiramente: Teu blog é MEGA útil sim! Não só para ti, mas, para mim também!
Tu começou escrevendo no blog, para tentar te aliviar tua depressão e pelo que eu percebi, aliviou muito, então, já pensou se tu parasse de blogar? Será que tua depressão não iria voltar novamente?
Pois pense bem, em vez de tu passar na frente do PC, respondendo vários comentários, muitos deles, cheio de elogios e de carinho, que irão te fazer suspirar de alegria ao lê-los, em vez de tu passar algum tempinho, fazendo posts de nostalgia, relembrando tuas lembranças, as mudanças, as coisas que tu gostava ou em vez de tu ficar pesquisando assunto para posts, as vezes descobrindo várias coisas legais, tu estivesse parada na tua casa, somente fazendo o serviço e cuidando dos teus filhos, e muitas vezes, com vontade de desabafar e não ter e acabar guardando isso para si mesma. Tu mesma sabe, que a depressão vem aos poucos e toma conta. Ela é silenciosa e para sair das garras dela é difícil e saber que tu se livrou dela, por causa do blog e agora tu abandoná-lo, será que não está sendo meio estranho isso? Tu largar do teu remédio, que é recomendado para sempre? Tu não estarias correndo risco de a doença voltar novamente?
O Momentos é útil para ti, por ser tua terapia, teu remédio e digamos que, um dos teus refúgios e útil para nós, teus leitores (principalmente para mim) que acabaram encontrando ali uma amiga por meio do blog. Eu morria de vergonha de comentar certas coisas, principalmente de dizer, que eu já tive depressão, por medo da reação das pessoas e no teu blog, eu encontrei uma terapia para mim mesma. Quantos comentários expondo coisas minhas, eu não deixei lá? Sendo que antes eu tinha vergonha.
Cara, teu blog é muito importante para mim!
Quantas vezes, eu estava triste e lia um post teu e eu ficava alegre?
Quantas vezes!
Quantas vezes, eu estava com a cabeça cheia e precisava me distrair um pouco, para onde eu corria? Para o Momentos!
Aquela vez, que tu colocou um post, desabafando, que foi quando nós se aproximamos, que tu havia tido uma ponta de depressão novamente, então, eu também estava mal. Estava com problemas com meu irmão e minha cunhada e queria fugir daquilo tudo. Que que eu fiz? Fui ler um post teu. Sabia que iria me alegrar. E alegrou!
Então, teu blog é uma terapia para todos nós!
O Momentos já virou meu apeguinho! Entro todos os dias nele, para ver se tem post novo ou até para ver os comentários. Me sinto bem por ti, sabe?!
Outra coisa: Desistir não! Nunca! Por favor!
Sei que isso cabe a ti, mas o teu blog já se tornou tão adorado por tanta gente.
Quantas coisas tu já conseguiu com ele? Pense bem. Foram amizades,muito carinho, o blog te "curou" digamos assim, da tua depressão. Acho que aliviar, se encaixa melhor!
Teu jeito de escrever, o layout novo, o blog em si é uma inspiração total.
Quando voltar a blogar, quero escrever que nem tu.
Sim, teu blog é uma das minhas inspirações!
Dê um tempinho, uma respirada.
Ainda predomina sobre ti, uma parcela de ressaca do BEDA, então, dê um tempo. Dê uma respirada e sem culpa!
Primeiro o teu bem-estar, ok? Depois, tente se organizar. Organize vida pessoal e o blog. A organização te deixará menos "cabeça cheia". Não foi tu mesma que disse no post número 30 do BEDA, que organização serve para literalmente tudo? Então!
Tire um tempo e volte quando estiver bem.
Teu blog é maravilhoso e eu não posso mais ficar sem ele.
Entendeu dona Tais?
Espero que eu tenha conseguido falar, tudo o que eu queria e que isso te ajude!
Ah, nada de ficar triste por post ou comentários atrasados.
Todo mundo passou por isso.
Vá com calma e respeitando seus limites.
Todos sabemos, que não existe só o blog em nossas vidas. Então ó, sem culpa!
Teus leitores continuarão lá. Te esperando de braços abertos e cheio de carinho.
Tire umas férias. Isso é fase. Digo por mim, que ja estou com vontade de blogar!
Tu não vai conseguir ficar por muito tempo sem o blog.
Não desista e pense duas vezes, antes de fazer qualquer coisa.
Um beijo.
Fique bem.
Espero ter te ajudado, pelo menos um pouquinho! 💕 
Até!💕💕💕"

Pois é...
Falei lá em cima que chorei horrores, né?
Na verdade eu tive uma crise de choro de fazer soluçar e quase ficar sem ar... Ainda bem que minha mãe estava em casa, corri pra ela, me abracei e desabei num choro que parecia não ter fim. Preocupada, ela perguntava o que tinha acontecido e eu só conseguia pedir: "Só me abraça"...

Sabe quando tu segura tanta coisa pra si, que depois de um tempo tu não aguenta e explode?
Acho que foi isso que aconteceu.
Foi um pouco assustador na hora, mas acho que era o que eu estava precisando: chorar!

Acreditem, me senti muito melhor depois. Até pude colocar algumas ideias no lugar.


Às vezes isso é o suficiente... às vezes não.

Cada caso é um caso, nem todos reagem da mesma forma, mas ainda acho que se abrir com quem confiamos e nos sentimos seguros é o melhor a se fazer... Mesmo não sendo a coisa mais fácil.


Quanto ao blog?
Ainda estou pegando leve... Não é a primeira vez que penso em desistir e certamente não será a última, mas uma coisa é certa: Enquanto ele estiver me fazendo bem, ele continuará aqui.


Até a próxima! o/
.

You Might Also Like

20 comentários

  1. Que post mais lindo de ler! Lembro de um dia ter fuçado os posts do teu blog e me deparado com o que fala sobre a tua filha ter perguntado sobre você não tomar banho. E é lindo ver que cada dia até aqui foi uma vitoria. Imagino a tua emoção ao ler essa mensagem, a gente escreve, sabe que algumas pessoas acessam nosso blog, mas nunca temos a precisão do quanto a gente afeta quem está do outro lado da tela! Muito lindo ler tudo isso.

    Imagino que nossos blogs não serão eternos, mas tenho certeza de que são de grande valia. Parabéns pela vitória e pelo excelente blog! Somos realmente United hehe.
    Beijos

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda a certeza, Juliana!
      Muito obrigada.

      Um beijo.

      Excluir
  2. Ai meu Deus!
    Não sei o que dizer...
    Tais,obrigada por ser assim comigo.
    Obrigada por dividir momentos teus comigo!
    OBRIGADA!
    Sei lá,mas eu,que sempre fui tagarela agora fiquei sem palavras...
    Acho que tu já percebeu que eu sou sincera e por isso,não saio falando coisas que eu não sinto e para mim,é assim que as palavras voltam a ter os seus devidos valores,usando-as com sinceridade e por isso que vou lhe falar algumas coisas a seguir,mas quero que saibas,que são todas sinceras e vem do meu coração:
    TAIS,EU TE ADORO MUITO E TU JÁ SE TORNOU IMPORTANTE PARA MIM.
    EU CONFIO EM TI.MESMO NÃO TE CONHECENDO PESSOALMENTE,PORQUE NO VIRTUAL NOSSA,NÓS DUAS SE CONHECEMOS MUITO,TU JÁ CONQUISTOU A MINHA CONFIANÇA.
    NUNCA IMAGINARIA TER UMA AMIZADE TÃO ESPECIAL E TÃO QUERIDA,COMO A TUA.
    ESTOU JUNTO CONTIGO NESSA LUTA E #PARTIUMILDIASSEMPENSAREMMORRER ...ATÉ.


    AGORA VOU ALI RESPIRAR UM POUCO E JÁ VOLTO,HAHAHAHA...

    P.S:Espero que a mensagem tenha te feito bem!

    BEIJO PARA TI, ALICE DO MUNDO REAL! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu anjo, tuas palavras sempre me fazem bem. Eu é que não tenho conseguido retribuir à altura!
      Quem tem que te agradecer sou eu por não desistir de mim.
      Te adoro do fundo do meu coração! <3

      Um beijo.

      Excluir
  3. Taís, sinta-se abraçada mil vezes. Eu não vou ser hipócrita e dizer aquilo que todos dizem "só posso imaginar aquilo que você sente", porque a verdade é que não, ninguém pode imaginar como nos sentimos, as nossas dores, tudo aquilo que guardamos a sete chaves com medo do que os outros possam ver. Com medo de por para fora. No máximo podemos oferecer um ombro amigo, apoio, aconchego, colo, mas a dor do outro nunca, porque cada sente à sua maneira e têm os próprios desafios para enfrentar. Mas já faz um tempo que percebi, quanto maior o desafio é porque maior é a tua capacidade de superá-los. Nem preciso dizer que foi um choque enorme quando vi hoje a sua publicação no grupo de que não seria mais administradora, eu não entendi bem se você estava deixando o grupo ou apenas a administração. Nem faz tanto tempo assim que estou no grupo, acho dois meses e meio no máximo, mas sabe quando você conhece alguém e cria muito afeto por essa pessoa? Acho que é uma das vantagens de ter blog, você nunca viu a pessoa pessoalmente, mas sente ela próxima a ti. E foi mais ou menos assim. Eu me senti muito acolhida no grupo e adorava quando você nos incentivava a postar, participar das interações. Sorrir lendo seus posts que sempre me colocam pra cima. Fique sabendo que o grupo não será a mesma coisa sem você e tenho certeza que falo por todas quando digo que caso queira retornar, aguardaremos de braços abertos. Quanto ao blog, concordo plenamente com o comentário inbox dessa menina que você mencionou.
    Quando criamos um blog e escrevemos é porque queremos colocar alguma coisa para fora. A escrita sempre foi para mim uma terapia e, pelo jeito, para você também. Escrever liberta a alma, coloca para fora as dores e dá brecha para quem quer que se identifique, compartilhar isso com você também. Você se sentiu bem escrevendo esse post? Eu diria que sim, porque nada alivia mais do que por para fora aquilo que dói, é um luta, sem dúvida, compartilhar assim aquilo que sentimos nesse mundão. Mas a cada um cabe atravessar o próprio oceano (ou atlântico, li algo semelhante em um livro e amei haha). Acho que já falei o que tinha para falar. Desculpa o textão, mas depois de ler esse seu post incrível e sincero, eu não podia me contentar escrevendo um comentário de poucas linhas.
    Ah e te indiquei para uma tag
    https://itiskimby.wordpress.com/2016/10/02/tag-liebster-award/
    Mas participe se quiser, se estiver a fim, se tiver vontade, porque como você dizia "ninguém é obrigada à nada". Porque o objetivo é apenas se divertir. Beijão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Não consigo não me comover com comentários grandões e tão cheios de sinceridade assim...
      Só tenho agradecer por todas (e tantas... hahaha) palavras de apoio e incentivo. E apesar de não desejar voltar ao grupo, serei sempre muito grata por tudo de bom que ele me trouxe e fico muito feliz por saber que fiz a diferença pra alguém.(Às vezes precisamos de um comentário desses pra fazer cair a ficha)
      Agradeço por me indicar para a tag, acho que já a respondi há um tempo atrás mas vou dar uma olhada e talvez até responda de novo.
      Muito obrigada mais uma vez pelo carinho.

      Um beijo.

      Excluir
  4. Entendo você amiga pois também passo por isso, e tenho outras pessoas na família também.
    Infelizmente essa campanha não é muito divulgada e a saúde mental no nosso país não é tratada como deveria, muito preconceito e descaso mas enfim nós vamos seguindo.
    Seu blog é lindo, você também é uma pessoa maravilhosa e tenho muito orgulho de você. Nós somos guerreiras, e envergamos mas não quebramos compreende.
    Espero ver você sorrindo e continuando a sua vida, seus filhos precisam de ti, seus amigos e familiares e nós aqui do outro lado da tela nos importamos com você. Você faz falta! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom ter quem nos entenda e não nos julgue!
      É complicado ter que lidar com o que não se conhece até conviver ou passar por isso.
      Te agradeço por toda força, apoio e incentivo que sempre me dá!
      Nóis enverga, mas num quebra! hahaha

      Um beijo.

      Excluir
  5. Esse desabafo, Tais <3
    Eu também sofro de depressão e estando aqui na Finlândia, longe da família e de todo mundo, acabo me afastando mais ainda deles e ás vezes me sentindo muito mal mas nada se compara com o meu começo de ano, que eu mal saia da cama e ou tomava banho. Deus tinha um plano melhor pra mim e aqueles meses eram um teste <3
    Eu também nunca tinha ouvido falar do Outubro Amarelo e fiquei encantada, pois já escrevi textos sobre suicidio, inclusive quando o Robbin Williams faleceu.
    Uma coisa tenho a te dizer: fica aqui e continue escrevendo <3 E agora vamos nos conhecendo melhor, uma dá a mão pra outra, assim como palavras de incentivo.
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei o que é pior. Ter a família longe ou tê-la perto e não te entenderem...
      Bah! A morte o Robin Williams mexeu demais comigo... meu ídolo!
      Ainda estou tentando voltar a escrever, com o tempo tudo se ajeita e o com o apoio e as palavras de incentivo de quem nos entende, fica mais fácil.
      Muito obrigada.

      Um beijo.

      Excluir
  6. Você é uma guerreira, você é uma ninja! *-*
    Por mais que a gente não conviva nem converse tanto, tenho um carinho super especial por você.
    Então agradeço pelo seu blog, porque foi uma forma de nos conhecer, e eu meço as coisas da minha vida pelas pessoas que eu conheço, de modo que isso fez uma diferença enorme!

    Um beijo, minha querida. Vai com calma, mas não deixa de blogar =). Adoro todos seus momentos nostalgia *-* haha, melhor blog =D

    Lady Salieri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que lindo teu comentário!!! <3
      Tem certas coisas (tipo a nossa "importância" na vida das pessoas) que a gente só descobre quando as pessoas nos contam em comentários desse tipo, né? hahahaha
      Muito bom saber disso, isso sim faz uma diferença enorme!
      Muito obrigada por tudo!

      Um beijo.

      Excluir
  7. eu queria deixar pra você um abraço gigantesco! bem apertado e com muito amor envolvido. Eu tenho lido muito sobre a depressão e os sintomas, depois de conhecer algumas meninas que tinham depressão e eu nao sabia o que falar ou como agir. Confesso que tinha um certo preconceito, de achar que era fraqueza, até eu conhecer de verdade as histórias, entender a dor, o sofrimento, eu tento hoje ajudar, e jamais terei preconceito novamente, não posso dizer que imagino, pois nunca passei por situações assim, mas posso dizer que você é mais forte do que pensa. Sua história é linda e deve ser contada, replicada, e compartilhada pra todo mundo! você é forte tais, e que esses 730 dias, seja 1000 dias, 2000 dias, e por ai vai <3 Seja forte a cada dia e continue com o blog, ele é uma válvula de escape que a gente precisa ter !

    <3
    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, Maíra!
      Muito bom saber que ainda tem pessoas que se preocupam em pesquisar pra poder ajudar e até perder preconceitos! \o/
      Muito obrigada pela compreensão, apoio e incentivo.

      Um beijo.

      Excluir
  8. Respostas
    1. Muito obrigada pelo apoio de sempre, Anna!

      Um beijo.

      Excluir
  9. Tais, eu tenho problemas com "não saber o que dizer" em certas situações. E com certeza essa é uma delas. Apenas quero que não desista do blog, porque eu realmente gosto demais daqui! Mas é como disse, permaneça enquanto ele te fizer bem! Eu nem imagino o quão ruim deve ser a depressão, mas consigo compreender que cada um pode sofrer por vários motivos distintos e que devemos respeitar isso, cada ser tem um grau de sofrimento para as coisas, mas não são muitas as pessoas que entendem isso. Eu espero de coração que tu possa sempre estar melhorando e cada vez mais ser feliz, pois você e seus pequenos merecem a felicidade! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu fico sem saber o que dizer quando recebo comentários assim, Elô!
      Muito, muito, muito obrigada pelo apoio, incentivo e pela força!

      Um beijo.

      Excluir
  10. Oi, também tenho depressão, felizmente não tão profunda e controlado por medicamento etc ... mas também convivo com pessoa que sofrem mais e tem casos mais sérios e é muito complicado, as vezes simplesmente não conseguimos fazer nada para ajudar, apenas, estar ali ... Concorco com a pessoa que te mandou inbox quando ela diz que o blog além de ajudar outras pessoas deve te ajudar também, conheci ele agora , mas digo, NÃO PARE... se precisar se afastar um pouco, ok .... vai com calma, mas não desista, nem do blog nem da vida viu. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depressão está cada vez mais comum e nem por isso fica mais fácil de lidar, né? Mas damos um jeito!
      Mal chegou e já veio apoiando ao blog e a mim...
      Sou muito grata por isso e pelo incentivo também.

      Um beijo.


      Excluir

Não saia sem comentar!
Sua opinião é sempre bem-vinda e importante pra mim e pro blog.
Responderei a todos os comentários.

Obrigada pela visita.
Volte sempre!